Home > DOCES E SALGADOS > Por acordo de leniência, Petrobras recebe R$ 265 milhões da Braskem

DOCES E SALGADOS

11/06/2019 07:03 por Redação

Por acordo de leniência, Petrobras recebe R$ 265 milhões da Braskem

Com o novo repasse – o terceiro desde 2017 – total chega a R$ 828 milhões; Petrobras é segunda maior acionista da empresa, controlada pela Odebrecht

A Petrobras recebeu o valor aproximado de R$ 265 milhões da Braskem, em decorrência de acordo de leniência celebrado com a Controladoria-Geral da União (CGU) e a Advocacia-Geral da União (AGU).

A Braskem, controlada pela Odebrecht, foi investigada no âmbito da operação Lava Jato e reconheceu ter pagado propinas a partidos e políticos para firmar contratos com a Petrobras. Este é o terceiro repasse da empresa à estatal em razão do acordo de leniência firmado com o Ministério Público Federal. O primeiro, de R$ 363 milhões, foi feito em dezembro de 2017; e o segundo, de R$ 201 milhões, ocorreu em agosto de 2018.

Somadas as devoluções, o valor total restituído pela Braskem é de aproximadamente R$ 828 milhões. Em nota, a Petrobras afirma que o total de recursos recebidos em decorrência dos acordos de colaboração, acordos de leniência e repatriações, realizados em razão da Lava Jato, é de cerca de R$ 3,5 bilhões.

Constituída em 2002, em São Paulo, a Braskem é uma indústria química e petroquímica líder mundial na produção de biopolímeros (sobretudo de polietileno verde, um plástico produzido a partir da cana-de-açúcar) e a sexta maior fabricante de resinas plásticas. A Odebrecht é a controladora, com 50,1% do capital social votante. Em seguida vem a própria Petrobras, com 47%. Outros acionistas detêm uma fatia de 2,9%.

'
Enviando