Home > DOCES E SALGADOS > Merkel pode se juntar a Macron em Davos para "confronto épico" com Trump

DOCES E SALGADOS

15/01/2018 08:48 por Redação

Merkel pode se juntar a Macron em Davos para "confronto épico" com Trump

Líderes europeus pretendem aproveitar o Fórum para defender valores liberais democráticos diante da política “América Primeiro” do presidente dos EUA

A chanceler alemã Angela Merkel considera a possibilidade de se juntar ao presidente francês, Emmanuel Macron, no Fórum Econômico Mundial, em Davos, na próxima semana. O evento poderá se tornar um confronto épico de visões de mundo com o presidente norte-americano, Donald Trump.

Esperava-se que Merkel, atualmente com dificuldades para formar uma coalizão desde as eleições na Alemanha, em setembro passado, pulasse a reunião anual de líderes, executivos, banqueiros e celebridades nos Alpes Suíços pelo terceiro ano consecutivo. Autoridades alemãs disseram, porém, que o acordo preliminar de coalizão firmado com os social-democratas do SPD, na sexta-feira, viabiliza a viagem a Davos e o iminente confronto com Trump, que deve falar no último dia do fórum.

A presença da chanceler alemã, se confirmada, representará seu retorno à política internacional após meses de impasse político, no qual ela evitou os holofotes. Também permitirá que Merkel e Macron, que deve falar no dia 24 de janeiro, dois dias antes de Trump, reafirmem seu compromisso em reformar a União Europeia após a decisão britânica de deixar o bloco, bem como defendam valores liberais democráticos diante das políticas “América Primeiro” de Trump.

O Fórum Econômico Mundial será realizado entre 23 e 26 de janeiro, com a presença esperada de cerca de 60 chefes de Estado e governo.

'
Enviando