Home > ADVILLAGE > CPI das Fake News tem novos depoimentos marcados para esta semana

ADVILLAGE

17/02/2020 09:20 por Advillage

CPI das Fake News tem novos depoimentos marcados para esta semana

Na quarta serão ouvidos os sócios da Yacows, empresa que teria feito disparos em massa nas redes sociais na campanha de 2018

A CPI Mista das Fake News marcou reunião para esta terça-feira (18), às 13h, para ouvir representantes da Organização Mundial da Saúde (OMS) e da Sociedade Brasileira de Imunizações.

A sugestão de ouvir a OMS foi dos deputados federais Filipe Barros (PSL-PR) e Caroline de Toni (PSL-SC). O objetivo é que a entidade contribua na investigação da prática de cyberbullying sobre os usuários mais vulneráveis da internet e o aliciamento e orientação de crianças para o cometimento de crimes de ódio e suicídio.

A Sociedade Brasileira de Imunizações foi convidada por requerimento do presidente da CPI das Fake News, senador Angelo Coronel (PSD-BA), para debater os efeitos de notícias falsas sobre saúde pública e sobre vacinas. O senador assinala que a entidade publicou estudo chamado “As Fake News estão nos deixando doentes?”, que trata do impacto das notícias falsas sobre a cobertura vacinal da população.

Campanha eleitoral

Na quarta-feira (19), também às 13h, a comissão parlamentar mista de inquérito toma o depoimento de Flávia Alves e de Lindolfo Antônio Alves Neto, sócios-proprietários da empresa Yacows. As oitivas serão feitas individualmente.

Ambos foram convocados pela CPI depois da aprovação de requerimento do deputado federal Rui Falcão (PT-SP). Segundo ele, a Yacows é uma firma especializada em marketing digital que prestou serviços de disparos em massa de mensagens durante a campanha eleitoral de 2018.

A Yacows alcançou notoriedade na semana passada depois que um seu ex-funcionário, Hans River do Nascimento, prestou depoimento à CPI. Durante sua oitiva, ele teria feito declarações inverídicas – incluindo insinuações de caráter sexista contra uma jornalista da Folha de S. Paulo.

Leia: Ataque a jornalista na CPI das Fake News gera onda de solidariedade.

Com Agência Senado

Siga-nos no Twitter

'
Enviando