Home > DOCES E SALGADOS > Governo britânico avança em direção a um Brexit sem acordo

DOCES E SALGADOS

19/08/2019 07:58 por Redação

Governo britânico avança em direção a um Brexit sem acordo

Em meio a ato simbólico sobre a saída britânica da UE, vazam documentos oficiais que preveem até escassez de comida no Reino Unido

O ministro britânico responsável pelo Brexit, Steve Barclay, assinou este domingo (18) a legislação que inicia formalmente a saída do Reino Unido da União Europeia no dia 31 de outubro. O ato é simbólico: formaliza a revogação do Tratado das Comunidades Europeias de 1972, por meio do qual o Reino Unido definiu seu ingresso na União Europeia.

"Este é um sinal claro para os cidadãos deste país: deixaremos a UE como prometido em 31 de outubro, independentemente das circunstâncias", disse Barcley, em um comunicado.

O anúncio coincidiu com a publicação, pelo jornal Sunday Times, de documentos oficiais que apontam que o Reino Unido vai sofrer com falta de combustível, de alimentos e remédios, caso saia da União Europeia sem um acordo de transição – um cenário de portos congestionados, protestos do público e problemas generalizados.

De acordo com o jornal londrino, o documento elaborado pelo governo traz previsões sobre os mais prováveis choques de um Brexit sem acordo. O gabinete do primeiro-ministro Boris Johnson disse que não comentaria documentos vazados, mas Michael Gove, ministro responsável pelos preparativos do chamado “no-deal”, declarou que o documento era antigo e não refletia o preparo atual.

Boris Johnson viaja nesta semana para a Alemanha e a França. Ele se reunirá com a chanceler alemã, Angela Merkel, na quarta-feira, e com o presidente francês, Emmanuel Macron, em Paris, na quinta. Ele tem dito reiteradamente que o Reino Unido deixará o bloco em 31 de outubro sem acordo, e a EU não renegociar os termos do divórcio.

O Reino Unido está no rumo de uma crise constitucional e de uma confrontação com a UE, à medida que Johnson promete deixar o bloco em 31 de outubro sem um acordo, se a UE não renegociar o Brexit. No entanto, o bloco se recusa a reabrir a discussão sobre o acordo de saída.

Nesta segunda-feira (19), a porta-voz da Comissão Europeia, Natasha Bertaud, disse que uma retirada britânica do bloco sem acordo nunca seria o cenário preferido da EU. Mas afirmou que o bloco está pronto para esta opção e que Reino Unido sofrerá mais neste cenário.

Leia também: Câmara dos EUA atrela acordo com Reino Unido a pacto entre Irlandas.

'
Enviando