Home > ADVILLAGE > Mulher morre no Arizona após ser atingida por carro do Uber com direção autônoma

ADVILLAGE

20/03/2018 07:36 por Advillage

Mulher morre no Arizona após ser atingida por carro do Uber com direção autônoma

Caso, ocorrido na cidade de Tempe, pode ser um duro golpe na corrida tecnológica pelo desenvolvimento dos carros-robôs

Um veículo munido de direção autônoma do Uber atropelou e matou uma mulher que estava atravessando a rua na cidade de Tempe, no estado americano do Arizona, na primeira fatalidade causada por um veículo autônomo.

O acidente pode se tornar um golpe na tecnologia que se propõe a revolucionar o transporte. O Uber informou que estava suspendendo os testes de seus veículos autônomos na América do Norte, que estão acontecendo também em Pittsburgh (Pensilvânia) e em Toronto, no Canadá.

A expectativa é de que os chamados carros-robôs, quando estiverem inteiramente desenvolvidos e testados por empresas companhias como Uber, Alphabet e General Motors, deverão reduzir drasticamente as vítimas provocadas por veículos a motor e criar negócios bilionários, comenta a Reuters. Mas o acidente desta segunda-feira (19) expõe que haverá desafios à frente, uma vez que os carros enfrentam situações do mundo real.

Segundo a polícia de Tempe, cidade de 162 mil habitantes que abriga o campus principal da Universidade Estadual do Arizona, o carro estava a uma velocidade de 65 km/h no modo autônomo com um operador atrás do volante. O acidente aconteceu na madrugada de domingo para segunda-feira. A vítima foi identificada como Elaine Herzberg, de 49 anos, que estava atravessando numa bicicleta. Elaine morreu no hospital devido à gravidade dos ferimentos.

O carro envolvido no atropelamento era Volvo XC90 SUV, que ficou com a frente danificada. A Volvo afirmou que o software que controlava o veículo não era próprio.

Órgãos federais reguladores de segurança estavam enviando equipes para investigar o acidente. O Ministério de Transportes do Canadá em Ontario, onde o Uber está conduzindo testes, também disse que estava analisando o acidente.

“O acidente provavelmente será negativo para todos os fabricantes de automóveis e fornecedores com aspirações de direção autônoma”, escreveu Glenn Chin, analista do Buckingham Research Group, em nota.

Siga-nos no Twitter

'
Enviando