Home > TOME NOTA > Polícia Rodoviária Federal inicia Operação Carnaval nesta sexta-feira

TOME NOTA

21/02/2020 07:10 por Redação

Polícia Rodoviária Federal inicia Operação Carnaval nesta sexta-feira

Fiscalização nas rodovias federais irá até quarta-feira; confira também os esquemas especiais nos aeroportos e rodoviárias

CARNAVAL RODOVIAS
A Operação Carnaval deste ano, que começou nas primeiras horas desta sexta-feira (21), fiscalizará 66 mil quilômetros de rodovias federais em todo o país. Segundo a Polícia Rodoviária Federal, a fiscalização irá até a meia-noite da quarta-feira de Cinzas (26), com reforço no número de viaturas e de agentes em ação, além de equipamentos eletrônicos, para reduzir o número de acidentes.

Nos trechos em que, estatisticamente, é maior a frequência de acidentes graves, e em que o fluxo de veículos aumenta em feriados prolongados como o carnaval, é acionado em esquema especial, com equipes reforçadas na fiscalização, orientação e atendimento de ocorrências.

A PRF lembra que a garantia de uma viagem segura depende, necessariamente, do compromisso do motorista e dos passageiros dos veículos com sua própria segurança. É necessário que todos mantenham atenção durante a viagem e tenham responsabilidade com seus atos, avaliando se a conduta é segura ou se traz algum risco de envolvimento em acidente.

O planejamento da viagem é importante: o motorista deve se informar sobre as distâncias que vai percorrer, condições do tempo, pontos de parada, existência de postos de combustíveis e de restaurantes à beira da estrada. Para o motorista, é fundamental não esquecer documentação pessoal e do veículo.

Antes de pegar a estrada, a Polícia Rodoviária Federal recomenda a revisão preventiva do veículo, cujas condições devem ser checadas mesmo para pequenas viagens. Na rodovia, deve-se circular com faróis acesos, para ver e ser visto; os pneus precisam estar calibrados e em bom estado; o motor revisado, e o óleo e o nível da água do radiador, em dia. É necessário ainda verificar a presença e estado dos equipamentos de porte obrigatório, principalmente pneu estepe, macaco, triângulo e chave de roda, além dos limpadores de para-brisa e luzes do veículo.

Além disso, o condutor deve programar pausas para descanso, com paradas a cada três horas. Quem se expõe a muitas horas dirigindo fica sujeito ao fenômeno da “hipnose rodoviária”, na qual os olhos se mantêm abertos, mas sem percepção da realidade à sua volta, lembra a PRF. Esse estado vem acompanhado de sonolência, perda de reflexos e de força motora.

Procurar se informar sobre as condições do tempo no dia da viagem nos lugares por onde se vai passar também é importante, assim como dormir bem antes de assumir o volante. O sono e o cansaço são grandes inimigos de uma viagem segura. A PRF lembra que o uso do cinto de segurança é obrigatório para todos os ocupantes do veículo.

Não conte com o portal da PRF para obter dicas, informações de viagem ou notícias sobre as condições das estradas. O site não é atualizado desde setembro de 2019.

Aeroportos

A Infraero informou que, neste Carnaval, 1,36 milhão de passageiros devem passar pelos aeroportos sob sua administração. O número é 3% superior ao do mesmo feriado do ano passado, entre 1º e 7 de março de 2019, quando foram contabilizados 1,32 milhão de viajantes.

O volume de operações também deve crescer: são esperados 11.556 pousos e decolagens, aumento de 4,45% ante as 11.064 aeronaves registradas no carnaval de 2019.

O aeroporto internacional do Galeão/Tom Jobim, no Rio de Janeiro, deve receber cerca de 260 mil viajantes de hoje (21) até quinta-feira (27). Destes, 160.242 são passageiros domésticos e 99.125, internacionais. Os dias de pico serão esta sexta-feira, com expectativa de movimentação de 42,9 mil passageiros, e a Quarta-Feira de Cinzas (26), quando 42,8 mil passageiros devem passar pelo terminal aéreo.

O Santos Dumont, também no Rio, estima que 219,7 mil pessoas passem por lá neste feriado. O crescimento é de 42% em relação à movimentação no carnaval do ano passado, quando foram contabilizados 154.676 viajantes. O volume de operações também deve ser superior: são esperados 1.815 voos, ante os 1.413 comparados em 2019.

Em São Paulo, o aeroporto de Congonhas deve movimentar cerca de 256 mil passageiros neste período, para o qual estão previstos 2.715 voos. Esta sexta-feira deve ser o dia de maior concentração de passageiros, com a passagem de cerca de 60 mil viajantes pelo terminal.

No aeroporto internacional de Guarulhos, a concessionária GRU Airport não forneceu estimativas para o período de Carnaval.

Pelo aeroporto internacional de Brasília, administrado pela Inframérica, deverão passar 246 mil pessoas, e estão previstos 1.705 pousos e decolagens no período de carnaval. Para atender à alta demanda, 37 voos extras foram incluídos na malha do feriado. As regiões Nordeste e Sudeste são as mais procuradas pelos que saem de Brasília. Hoje deve ser o dia de maior fluxo, entre os horários de 6h às 12h e de 18h às 22h. Na Quarta-feira de Cinzas, retorno do Carnaval, o pico de movimentação deve ocorrer a partir das 8h.

A concessionária Vinci Airports informou que o Aeroporto Internacional de Salvador opere com 2.407 voos neste feriado, 11% a mais que no carnaval de 2019. Destes, 2 296 são domésticos e 111 são internacionais. No total, mais de 380 mil assentos foram disponibilizados pelas companhias áreas para quem quer passar o carnaval em Salvador ou sair da cidade para aproveitar os festejos em outra cidade baiana. O número é 9% superior ao que foi ofertado.

Rodoviárias

O terminal rodoviário de Brasília estima recepcionar cerca de 50 mil passageiros de hoje até quarta-feira próxima. A previsão indica que cerca de 13 mil pessoas deixarão Brasília de ônibus nesta sexta-feira e no sábado. Para dar conta de toda a demanda, serão disponibilizados 49 ônibus extras, e caso haja necessidade, mais outros serão colocados.

Entre as cidades mais procuradas pelos que saem de Brasília estão Goiânia, Caldas Novas e Anápolis, em Goiás, São Paulo e Belo Horizonte.

Segundo a Rodoviária NovoRio, mais de 520 mil passageiros devem passar por lá neste carnaval. Somente hoje são esperadas 67.900 pessoas – 39.400 embarcando e 28.500 chegando à capital fluminense. Serão disponibilizados 18 mil ônibus para atender à demanda rodoviária para o feriado.

CARNAVAL NOVO RIO
Em São Paulo, a Socicam anunciou operação especial nos terminais rodoviários Tietê, Barra Funda e Jabaquara. Segundo a concessionária, o quadro de funcionários nas áreas de operação, limpeza, segurança e manutenção recebe um reforço de acordo com a demanda. A programação dos ônibus também sofre modificações para que o terminal consiga atender o aumento da movimentação com os carros extras.

A operação especial também é estendida aos parceiros que atuam dentro dos terminais, tais como empresas de ônibus, pontos de alimentação, lojistas e demais serviços.

Entre chegadas e partidas, os terminais rodoviários paulistanos estimam recepcionar 707 mil passageiros entre os hoje e a Quarta de Cinzas. A previsão indica mais de 200 mil pessoas deixando São Paulo de ônibus entre hoje e amanhã. Para dar conta de toda esta demanda, serão utilizados 1.496 carros extras, e caso haja necessidade, mais ônibus poderão ser disponibilizados.

Entre as cidades mais procuradas estão Rio de Janeiro, Curitiba, Florianópolis, sul de Minas e o litoral de São Paulo.

Dicas da Socicam para viagens rodoviárias de ônibus a partir de São Paulo:

• Documentação para viagem: é essencial que todos os passageiros, até mesmo as crianças, apresentem documento de identificação original e com foto;
• Embarque de crianças e adolescentes: a partir dos 16 anos de idade, o passageiro pode viajar totalmente desacompanhado. Já os menores de 16 anos precisam de autorização para viajar. Saima mais aqui.
• Bagagens:são permitidos até 30 kg no bagageiro e até 5 kg de bagagem de mão, desde que não interfira no conforto dos passageiros dentro do ônibus. A identificação das bagagens com etiqueta contendo nome completo e telefone facilita em casos de perda ou esquecimento.
• QR Code:passagens compradas pela internet ou em agências devem conter o selo de embarque, caso não haja, o passageiro deve passar na bilheteria da empresa para retirar;
• Horário de chegada ao terminal: é importante que o passageiro chegue ao terminal, pelo menos, uma hora antes do horário marcado na passagem;
• Remarcação de passagens: em casos de desistência ou impossibilidade de viajar, a remarcação e/ou reembolso da passagem são feitos com até 3 horas de antecedência, diretamente com a empresa de ônibus;
• Atendimento: todos os profissionais estão devidamente uniformizados e permanecem em ronda ou nos balcões de informação. Todos estão aptos a prestar o atendimento necessário aos viajantes.

Com Agència Brasil

Leia mais: Dois milhões de veículos devem deixar a capital paulista neste Carnaval.

'
Enviando