Home > ADVILLAGE > Nissan investe US$ 300 milhões para implantar novas tecnologias industriais

ADVILLAGE

28/11/2019 11:12 por Advillage

Nissan investe US$ 300 milhões para implantar novas tecnologias industriais

Novos métodos de produção serão introduzidos em nível mundial "para fabricar carros eletrificados, inteligentes e conectados", diz a empresa

A Nissan anunciou hoje (28), em Yokohama, no Japão, um “investimento substancial” em equipamentos e tecnologias avançadas para suas fábricas em todo o mundo.

“Essas inovações ajudarão a fornecer uma nova geração de automóveis eletrificados e inteligentes que incorporam a visão da Nissan Intelligent Mobility, além de tornar produção mais flexível, eficiente e sustentável”, diz a montadora, em comunicado.

Após um investimento inicial de cerca de 33 bilhões de ienes (cerca de US$ 301,3 milhões) na fábrica de Tochigi, a ser concluído em 2020, as tecnologias serão implementadas em fábricas em todo o mundo, incluindo suas parceiras Renault e Mitsubishi.

"Estamos diante de uma evolução sem precedentes nas capacidades de nossos veículos", disse Hideyuki Sakamoto, vice-presidente executivo da Nissan para manufatura e gerenciamento da cadeia de suprimentos. “Nosso trabalho é tornar essa evolução uma realidade, repensando a maneira como construímos carros. Isso também significa mudar os esforços de nossos técnicos especializados de técnicas que eles já dominam para áreas novas e inexploradas”.

Segundo a empresa, o novo sistema usa um palete automatizado para montar todo o trem de força de uma só vez. O sistema mede as dimensões do carro em tempo real durante a montagem e o palete faz microajustes de acordo. “Isso garante que os grupos motopropulsores sejam instalados com altíssima precisão”.

O novo sistema também é altamente adaptável. O mesmo palete pode montar três tipos de trem de força (motor de combustão interna, e-POWER e elétrico puro) e pode montar e montar 27 combinações diferentes de módulos de trem de força.

A Nissan diz ainda que funcionários especializados e engenheiros digitalizaram partes dos processos e habilidades de produção, que antes só eram executados por pessoas, e “treinaram” robôs para executá-los em tempo integral. “Isso permitirá que os funcionários se concentrem em áreas do conhecimento novas e inexploradas”.

Assista ao vídeo postado pela Nissan no YouTube:



Siga-nos no Twitter

'
Enviando